Casa / Destaque / Equipe da Derfd prende integrantes de organização criminosa com armamento de grosso calibre, munições e drogas
FOTOS: Vanessa Fontes / Assessoria de Imprensa da PCAM

Equipe da Derfd prende integrantes de organização criminosa com armamento de grosso calibre, munições e drogas

Na manhã deste sábado, dia 30, o delegado Adriano Felix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), falou durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da unidade policial, sobre ação que resultou nas prisões, em flagrante, de integrantes de organização criminosa envolvidos em tentativa de furto a caixa eletrônico na madrugada de ontem, dia 29, e roubo a joalheria de um shopping na zona Centro-Sul, ocorrido no dia 26 de julho deste ano, de onde os infratores levaram, aproximadamente, R$ 1 milhão em joias.

De acordo com autoridade policial, o taxista Aldemir Costa Gomes, 25; Idercley Souza da Silva, 28; Patrick Max Barbosa Soares, 28, e Welleson Almeida Magalhães, 26, conhecido como “Erê”, foram presos ao longo de ação policial deflagrada ontem, dia 29, pelas equipes da Derfd. Durante as diligências Leonara Hevelym Rodrigues Oliveira, 18, foi presa em flagrante por receptação, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

“Começamos as investigações em torno do caso após o roubo à joalheria no dia 26 julho deste ano, no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul, e constatamos que Aldemir e Idercley estão envolvidos nesse crime. Os dois também têm participação na tentativa de furto ao caixa eletrônico de uma agência bancária, ocorrida na madrugada de ontem, por volta das 2h30, na Avenida Autaz Mirim, terceira etapa do bairro São José Operário, zona Leste da capital”, declarou Felix.

Conforme o titular da Derfd, Idercley é apontado como o líder da organização criminosa e seria o responsável por fornecer as armas, recrutar pessoas para praticarem delitos e, no dia do roubo à joalheria, ficou na parte externa do shopping dando apoio ao bando.  Já o taxista foi incumbido de levar os infratores até o centro comercial. Do local o grupo subtraiu, aproximadamente, R$ 1 milhão em joias.

“Na tentativa de furto ocorrida na agência bancária na madrugada de ontem, Idercley pediu para Aldemir ir para o local para verificar se estava havendo abastecimento nos bancos. O taxista afirmou que um carro-forte já havia abastecido os caixas daquela agência. Então Idercley planejou toda a ação criminosa”, esclareceu o delegado.  

Felix ressaltou, ainda, que Idercley arquitetava as ações criminosas, inclusive, com a ajuda de detentos de unidades prisionais do Estado. A autoridade policial atribuiu ao infrator alguns roubos relevantes que ocorreram na capital. Diante disso, foi representado à Justiça o mandado de prisão temporária por roubo majorado em nome do infrator, expedido no dia 22 de setembro deste ano, pela juíza Anagali Marcon Bertazzo, no Plantão Criminal.  

O titular da Derfd afirmou que Idercley e o taxista Aldemir foram presos na manhã de sexta-feira, dia 29, por volta das 11h, em via pública, no Conjunto Parque das Nações, bairro Flores, zona Centro-Sul da cidade. “Erê” foi preso por volta de meio-dia, na casa onde morava, no beco Boa Sorte, bairro Tancredo Neves, zona Leste. Já Patrick foi preso por volta das 13h, na casa dele, na Rua Rip Rap, terceira etapa do bairro São José Operário, zona Leste.

“Durante a ação identificamos, por volta de meio-dia, em uma residência na Rua da Floresta, Comunidade Novo Reino, bairro Tancredo Neves, uma motocicleta com restrição de roubo, da marca Honda, modelo CG 150, de cor vermelha e placa OAL-8182, em posse de Leonara. Realizamos revista no interior do imóvel onde a jovem estava e apreendemos, ainda, uma porção de cocaína”, declarou o titular da Derfd. 

Ao longo da coletiva o delegado destacou que durante as diligências a equipe localizou um imóvel, que foi alugado pela organização criminosa, no beco Boa Sorte, no bairro Tancredo Neves. O espaço era usado para armazenar armas e objetos utilizados nas atividades ilícitas praticadas pelo bando. No local os policiais civis apreenderam armas de grosso calibre, como um fuzil calibre 556, uma escopeta calibre 12 e uma pistola marca Taurus calibre 40 com numeração suprimida.

Os policiais civis também encontraram no depósito três chapas de aço, utilizadas como escudo em ações criminosas; 41 munições de calibre 556, um carregador de fuzil calibre 556, 44 cartuchos de calibre 12, 21 munições de calibre 40, 17 munições de calibre nove milímetros, duas munições de calibre 357, cinco munições de calibre 38, um carregador Taurus de calibre 40, além de dois coletes balísticos, dois rádios comunicadores, uma balança de precisão, duas batedeiras, relógios e semijoias.

“Ao longo das oitivas fomos informados que Idercley conseguiu o armamento com indivíduos que vieram da Colômbia. Ele teria feito uma troca de R$ 25 mil em drogas pelas armas de grosso calibre utilizadas em roubos na cidade”, disse o delegado.

Felix ressaltou que o taxi conduzido por Aldemir, modelo Onix, de cor branca e placas PHH-4724, assim com a motocicleta recuperada em posse de Leonara, foram apreendidos. A substância ilícita encontrada com a jovem foi levada para perícia no Instituto de Criminalística (IC). Já o veículo automotor de duas rodas será devolvido ao proprietário, devidamente identificado pelas equipes da Derfd.

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) foi constatado que Idercley responde na Justiça por homicídio, Patrick por roubo majorado e Welleson por tráfico de drogas. Aldemir e Idercley foram autuados em flagrante por furto tentado com concurso material, organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Idercley foi indiciado, ainda, por roubo majorado.

Patrick e Welleson foram autuados em flagrante por organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Leonara foi autuada em flagrante por receptação, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia os infratores serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul. Após a Audiência de Custódia, Idercley ficará custodiado no prédio da Derfd.

Disque-Denúncia

Quem puder colaborar com informações sobre o paradeiro dos demais integrantes da organização criminosa comandada por Idercley, entrar em contato com a equipe da Derfd pelo disque-denúncia da unidade policial: (92) 99148-5290. A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade dos informantes.

 

Periculosidade

David Robson Castro dos Santos, 34, conhecido como “Maresia”, integrante da organização criminosa comandada por Idercley, foi preso em flagrante no início da tarde do dia 7 de agosto deste ano, durante tentativa de roubo frustrada pelas equipes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil do Amazonas.

O crime aconteceu em uma empresa que atua como despachante de veículos, localizada na Avenida Darcy Vargas, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul da capital. Na ocasião, David e mais dois indivíduos entraram no estabelecimento e fizeram um funcionário refém. Um dos infratores acabou alvejado pela polícia e morreu no local. David e Ismar Klinger Cavalcante Pantoja, 26, foram presos durante a ação criminosa e seguem reclusos em unidades prisionais do Estado.

Homicídio

Adriano Felix enfatizou, durante a coletiva de imprensa, que Idercley seria o mandante do homicídio de Paulo Tavares da Silva Filho, ocorrido no dia 7 de agosto deste ano, por volta das 22h, na Rua Rio Cajubim, segunda etapa do bairro São José Operário, zona Leste da cidade. A vítima tinha 22 anos. Segundo a autoridade policial, o crime está relacionado ao tráfico de drogas na capital. 

Sobre admin

Verificar também

Operação Maus Caminhos precisa incluir o Laboratório Reunidos em suas investigações

Documentos aos quais o blog teve acesso mostram que o rombo na saúde, durante a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *