Advocacia amazonense vai às urnas nesta quarta-feira para eleição da OAB-AM

Imagem- reprodução do Facebook

Aproximadamente sete mil advogados e advogadas estão aptos a participar da eleição e deverão comparecer  às urnas nesta quarta-feira, 28/11, para eleger a diretoria da OAB-AM para o triênio 2019-2021.

O pleito conta com o apoio do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e acontece no Sambódromo das 9h às 17h.

Acompanhe o Blog do Pávulo no Facebook   Twitter  Instagram

 

Roberto Jefferson está de novo no banco dos réus, por causa de fraudes no Ministério do Trabalho

Além de Manaus, poderão votar também os advogados dos municípios de Tefé e Parintins, onde a OAB-AM possui subseção. Na capital, serão disponibilizadas pelo TRE-AM 40 urnas eletrônicas. Nos demais municípios, a votação dar-se-á, exclusivamente, por meio de urnas de lona.

Para votar, os advogados e advogadas deverão apresentar a carteira da Ordem ou documento oficial com foto, podendo ser carteira de motorista, profissional ou o passaporte.

A votação é obrigatória e o advogado que não votar deverá pagar multa que corresponde a 20% do valor da anuidade, em torno de R$ 160,00.

A previsão da Comissão Eleitoral é de que a apuração seja encerrada até às 18h.

Justificativa

O advogado que por algum motivo não terá condições de votar, poderá fazer a justificativa apresentando comprovantes médicos ou de viagem que possam justificar a ausência ou a impossibilidade de votar. A petição deverá ser apresentada diretamente na secretaria da OAB-AM até 40 dias após a eleição.

Chapas

Três chapas estão na disputa pela direção da OAB-AM. O atual presidente Marco Aurélio de Lima Choy disputa a reeleição com a advogada Grace Benayon pela chapa 10, Jean Cleuter e Omara Gusmão representam a chapa 20 e Marcelo Kizem e Felipe Thury representam a chapa 30.