Apontado como “olheiro”, primo de Carlos Bolsonaro provoca desconfiança em Brasília

1
209

Primo de Carlos Bolsonaro e um de seus auxiliares durante a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL), Leonardo Rodrigues de Jesus, de 35 anos, é figura constante no Palácio do Planalto mesmo sem cargo na Presidência.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Léo Índio, como é conhecido, ganhou a desconfiança de assessores que o enxergam como “olheiro” de Carlos.

Acompanhe o Blog do Pávulo no Facebook   Twitter  Instagram

Previdência: idade mínima será de 65 anos para homens e 62 para mulheres

Filho de uma irmã de Rogéria Nantes, uma das ex-mulheres de Bolsonaro, Léo Índio circula por locais de acesso restrito do Planalto portando um crachá amarelo da Presidência.

Segundo o jornal, na última quarta-feira (13), ele esteve no quarto andar, onde despacha o núcleo duro do governo.

Embora não tenha cargo no governo, ele chegou a participar de reuniões de autoridades com o governo de Minas Gerais após a tragédia de Brumadinho, quando houve o rompimento da barragem de rejeitos da Vale. O Planalto afirma que foi a única reunião da qual ele participou, embora não tenha esclarecido por que ele circula livremente pelo local quase diariamente.

Ele é apontado como pessoa próxima da família Bolsonaro — em especial do primo Carlos, com quem trabalhou junto cuidando das redes sociais do tio durante a campanha presidencial de 2018.

A presença constante em eventos no Planalto já o fez ser confundido com um dos agentes da escolta do presidente.

#Cagueta #Olheiro #Bolsonaro #Brasília #Manaus #Amazonas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here