Chineses exigem volta de Goulart e pagam ressarcimento a Palmeiras

Os chineses do Guangzhou Evergrande pediram a volta do jogador e fizeram uma oferta de um contrato mais lucrativo por cinco temporadas.

O Guangzhou, que se encontra em terceiro lugar no Chinês, teria se arrependido da liberação de um dos seus principais jogadores nos últimos anos e ofereceu um contrato que garante 13 milhões de euros (mais de 40 milhões de reais) ao atleta por ano.

Por isso, ele já voltará a China hoje mesmo.

De acordo com os cálculos do Palmeiras, Goulart custaria até dezembro aproximadamente R$ 12 milhões. Boa parte desse valor será depositado nos cofres do Verdão nos próximos dias.

Leia Mais – Defesa ‘entrega’ e Flamengo não resiste ao Galo no Independência

Vale lembrar que Goulart custava ao Palmeiras R$ 600 mil por mês. Os outros R$ 2,4 milhões referentes ao restante do salário eram bancados pelo Evergrande, que decidiu por seu retorno alguns dias atrás.

O jogador desfalcava o Palmeiras desde o início de maio, quando sofreu uma lesão no menisco lateral do joelho direito e precisou passar por uma cirurgia para a retirada de 80% da cartilagem.

Goulart fez 12 jogos pelo Palmeiras na temporada, marcando quatro gols e dando três assistências.