Deputado Jorge Picciani e Paulo Melo se entregam à PF no Rio

O deputado estadual Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), se entregou por volta das 16h45 desta quinta-feira (16/11) na unidade da Polícia Federal na Zona Portuária, no Rio de Janeiro. O deputado Paulo Melo chegou poucos minutos depois. A prisão dos parlamentares foi determinada por unanimidade por cinco ministros do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

O deputado Paulo Albertassi, que também teve a prisão decretada, ainda não compareceu. Os três foram alvos da operação Cadeia Velha, deflagrada pela Polícia Federal na última segunda-feira (13/11). 
A decisão do TRF2, que também determina o afastamento dos mandatos, deve ser analisada pela Alerj, que pode reverter as prisões. Os políticos são acusados de integrar um esquema de corrupção que envolve políticos e empresários. Eles são suspeitos de aprovarem vantagens para empresas do setor de transporte em troca de propina. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui