Em Manaus, Bolsonaro diz que preço do gás e gasolina é ‘absurdo’, mas culpa governos estaduais

0
35

Manaus – AM: Sem máscara durante todo o evento e em tom de campanha, o presidente da República, Jair Bolsonaro, participou da entrega de 500 casas do projeto Casa Verde e Amarela na zona norte de Manaus. Em seu discurso no final da cerimônia, o presidente repetiu o bordão de campanha que uso desde 2018 e reafirmou que não há corrupção em seu governo.

Após a entrega simbólica das chaves a três famílias, Bolsonaro fez um rápido pronunciamento, reconhecendo que a “inflação está batendo na porta do brasileiro”, que os preços do gás de cozinha e do combustível é “um absurdo” transferindo a culpa das altas para os governos estaduais e municipais. O presidente também culpou governantes que insistiram “no toque de recolher e no lockdown” pela crise financeira que atinge as famílias.

“Os momentos são difíceis, mas com fé, com determinação e com garra, nós superaremos esses momentos” disse o presidente para em seguida culpar governadores que adotaram o lockdown por decreto no período da pandemia pela “miséria do povo”.

“Lá atrás, grande parte dos governadores, das nossas mídias, disseram que deveríamos respeitar aquela máxima ‘fique em casa que a economia a gente vê depois’, obrigando vocês a ficar em casa, toque de recolher, lockdown e confinamento. Essas pessoas jogaram na miséria em torno de 40 milhões de pessoas no Brasil”, afirmou Bolsonaro.

O evento teve a participação do governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) e do prefeito de Manaus David Almeida (Avante), que adotaram durante a pandemia, através de decretos, medidas de isolamento social, toque de recolher e lockdown.

Bolsonaro reconheceu que os preços do botijão de gás e dos combustíveis estão em disparada e mais uma vez se eximiu de culpa. “Muitos reclamam com razão do preço do botijão de gás, na casa dos 130 reais. Realmente é um absurdo. Quero dizer a vocês que o botijão de gás custa na origem 45 reais e o Governo Federal simplesmente zerou o imposto federal para o gás de cozinha”, discursou.

O imposto estadual sobre o preço do gás, ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias) representa 14,8{9028a083913d3589f23731fda815f82dd580307fd08b763e2905f04954bd625c} do preço final da botija de gás e os custos com distribuição e margem de lucro na revenda chega a 37,00{9028a083913d3589f23731fda815f82dd580307fd08b763e2905f04954bd625c}.

O presidente também comentou sobre o preço da gasolina, novamente isentando o Governo Federal de responsabilidade sobre o custo elevado. “Muitos reclamam com razão do preço da gasolina, que custa R$ 1,95 na origem. Se está 6 ou 7 reais o litro, que é um absurdo, vamos ver quem está sendo o vilão nessa história. Não é o governo federal”. Ele disse que o imposto federal sobre o combustível está “na casa dos 70 centavos”.

Mesmo com várias frentes de investigação sobre suspeitas de atos ilícitos na administração, Bolsonaro voltou a afirmar que não tem corrupção em seu mandato. “O nosso governo está com 2 anos e 8 meses e até o momento nenhum ato de corrupção foi identificado. Se isso vier a acontecer um dia, nós seremos o primeiro a investigar para que o responsável pela corrupção seja punido”, disse.

Existem 126 pedidos de impeachment protocolados contra Bolsonaro, mais do que qualquer outro antecessor. Alguns desses pedidos estão ligados a sua atuação no combate à pandemia de Covid-19 e em contratos para compras de vacinas, investigados na CPI da Covid do Senado Federal.

Repetindo expressões que têm usado em eventos pelo Brasil nos últimos meses, Bolsonaro pediu aos presentes não esquecerem “que tem algo mais importante que a nossa vida que é a nossa liberdade. São as cores da nossa bandeira. É a fé do seu povo em Deus. É a certeza que marcharemos cada vez mais rumo à prosperidade. Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”, repetiu, usando bordão da campanha presidencial de 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui