Em nota o prefeito de Presidente Figueiredo fala sobre a denúncia ameaças de morte a vereadores

0
112

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O prefeito de Presidente Figueiredo, Romeiro Mendonça, e o vice-prefeito, Mário Abrahão, vêm a público se pronunciar a respeito das acusações de ameaças de morte, supostamente feitas por pessoas ligadas à prefeitura, a um grupo de vereadores do município, situação que está sob investigação da Polícia Civil.

Os líderes do Executivo municipal ressaltam que não compactuam e repudiam veementemente esse tipo de conduta, bem como não têm conhecimento dessas posturas partindo de pessoas que fazem parte do seu meio social e profissional.

Conforme a denúncia do grupo, tal ameaça teria sido motivada após os vereadores “revelarem” supostas irregularidades em imóvel alugado pela prefeitura. Sobre essa afirmação, o prefeito e o vice-prefeito ressaltam que todos os contratos da prefeitura estão à disposição da população e dos órgãos de fiscalização, o que, portanto, não gera motivos para discórdias ou comportamento contrário à lei, o que é inteiramente reprovado pela atual gestão em qualquer circunstância.

Em todo caso, Romeiro e Mário reafirmam seu compromisso com a verdade, colocando-se à disposição para colaborar no que for necessário, até que os responsáveis do possível delito sejam responsabilizados.

É de interesse da administração municipal que os fatos sejam devidamente esclarecidos não apenas para que se faça justiça, mas também para garantir que a verdade prevaleça diante de eventuais intrigas, das quais a atual gestão tem sido vítima constante por parte de opositores, que por diversas vezes desonram o compromisso com o interesse público e a democracia, apenas para denegrir a imagem dos atuais dirigentes municipais.

Nesta denúncia, em específico, se percebe, mais uma vez, a base opositora tentando a todo custo envolver o nome da atual gestão em escândalos, que nada tem a ver.  É importante lembrar que já se tornou uma prática comum desses adversários associar a imagem do prefeito e do vice-prefeito de Presidente Figueiredo a histórias folclóricas e fantasiosas, com o intuito de criar tumulto e manchar a reputação dos gestores. No entanto, a administração municipal sempre estará disposta a desfazer mal-entendidos e a tornar frustradas tais tentativas de prejudicar a ordem e o bom andamento dos processos democráticos.

Vale ressaltar que, diferente do que faz os vereadores de oposição, Romeiro e Mário não usam de mecanismos maledicentes para se promover, nem tampouco consente a pratica de atos criminosos, como foi denunciado.  Se existe violência por parte de algum grupo político em Presidente Figueiredo – o que é de total conhecimento da população – não se trata da nova administração.  Ao contrário do vereador Jonas Castro, responsável pela denúncia e líder do grupo de opositores, que não pode gozar do mesmo privilégio devido possuir extenso histórico criminal no município.

Por fim, Romeiro e Mário deixam claro que nada têm contra nenhum vereador do município e que reconhecem a importância de seus respectivos ofícios na colaboração de um trabalho mais eficiente à sociedade, desde que os mesmos sejam embasados na seriedade, honestidade e real compromisso com o bem-estar da população.

O prefeito e o vice-prefeito de Presidente Figueiredo continuam à disposição da imprensa e da sociedade para quaisquer esclarecimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here