José Melo era chamado de ‘velhinho’ e foi preso pela PF com R$ 90 mil em sítio

Polícia Federal também cumpriu mandados em empresas da ex-primeira-dama, onde foram identificadas movimentações financeiras atípicas

O ex-governador José Melo era chamado de “velhinho” ou “professor” pelos integrantes de uma organização criminosa que desviava recursos da Saúde do Amazonas. A declaração é do delegado federal Alexandre Teixeira, que comandou a operação “Estado de Emergência”, deflagrada na manhã desta quinta-feira (21) pela Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria-Geral da União (CGU).

José Melo foi preso temporariamente na manhã de hoje no sítio onde vive, no ramal do Banco, na capital amazonense. No local, segundo o delegado, foram apreendidos R$ 90 mil em espécie. Em outra casa em que a Polícia Federal realizou busca e apreensão foram encontrados cerca de R$ 300 mil. O lugar específico não foi revelado.

*Mais informações em instantes