Juiz determina que Neymar pague multa de R$ 88 milhões para União

O juiz Roberto da Silva Oliveira, da 7ª vara Federal de Santos, determinou que o jogador de futebol Neymar Jr. pague uma multa de R$ 88,14 milhões aplicada pela Receita Federal.

Em 2015, o atleta foi autuado em R$ 188 milhões por não ter declarado seu imposto de renda no valor de R$ 63,6 milhões de 2011 a 2013. Sobre o valor inicial, incidiram multa e juros de 150%. Os advogados de Neymar recorreram da multa no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) e conseguiram anular parte das sanções.

Com gol de Neymar, PSG bate o Lyon e assegura liderança do Francês

A Receita aponta uma dívida restante de R$ 69 milhões. O valor cobrado na ação atual, de R$ 88 milhões, são os R$ 69 milhões corrigidos por juros. A defesa de Neymar contesta o valor da dívida e admite pagar de apenas R$ 8,7 milhões. As informações foram divulgadas pelo site GloboEsporte.

Em maio de 2013, Neymar foi vendido pelo Santos para o Barcelona. Nesse período, sua família recebeu, por meio de empresas, € 40 milhões. O Fisco entendeu o ato como uma manobra. Isso porque o imposto cobrado na época de pessoas físicas era de 27,5% enquanto que o pago por pessoa jurídica era de 17%.