Kassab afirma que PSD apoiará impeachment caso ataques à democracia continuem

0
28
Ex-prefeito de São Paulo e presidente da sigla mostra preocupação com escalada antidemocrática promovida pelo presidente Jair Bolsonaro

O  ex-prefeito de São Paulo, ex-ministro e atual presidente do PSD, Gilberto Kassab condicionou o posicionamento da sigla no apoio ao impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aos posicionamentos do próprio. Segundo o político, caso a escalada antidemocrática do mandatário continue, o partido poderá apoiar o impedimento de seu mandato. As informações são da jornalista Míriam Leitão.

Segundo Kassab, é inadmissível a participação do presidente – bem como de seus ministros e assessores – em motociatas e eventos antidemocráticos durante uma pandemia.

Houve críticas também aos gastos públicos com estes eventos. Em São Paulo, a motociata de Bolsonaro custou R$ 1,2 milhão aos cofres públicos.

Gilberto ressaltou, ainda, que não acredita que Bolsonaro disputará o segundo turno das eleições presidenciais no próximo ano. Na sua visão, o presidente encontra-se cada vez mais isolado e sem popularidade, com isso, torna-se menos competitivo para o pleito. O presidente do PSD segue a defender a candidatura do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, como postulante ao Palácio do Planalto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui