Latrocínios caem pelo quinto mês seguido em Manaus

Pelo quinto mês consecutivo, o número de latrocínios caiu em Manaus. No acumulado até maio, a capital acumula redução de 26% no número deste tipo de crime, segundo indicadores da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Em cinco meses, foram registrados 14 roubos seguidos de morte na cidade, contra 19 do mesmo período do ano passado. Dos 14 latrocínios registrados, nove já foram elucidados. Os demais estão em investigação.

Pávulo no Facebook   Twitter  Instagram

Policiais federais rejeitam acordo na reforma da Previdência

Base e oposição se enfrentam em audiência da CCJ com Moro

Wilker Barreto defende ZFM e pavimentação da BR-319 em audiência na Câmara Federal

Conforme o titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), delegado Guilherme Torres, a redução desse tipo de ocorrência é reflexo de ações integradas desencadeadas pelas forças de segurança.

“A Polícia Civil tem feito seu papel constitucional, que é a investigação criminal, trabalhando de maneira repressiva e, assim, elucidando os crimes. Aliado a isso, a Polícia Militar tem observado a mancha criminal e planejado ações nas áreas de maior impacto dos crimes de roubo, indicadas pelo serviço de inteligência”, disse.

O delegado enfatiza que, além da intensificação de ações de combate ao crime, a unidade policial está empregando esforços nos trabalhos de investigação para elucidar esse tipo de delito.

Leia Mais – Base e oposição se enfrentam em audiência da CCJ com Moro

“Deve-se lembrar que o latrocínio, em linguagem técnica, é um roubo que acabou resultando em uma vítima fatal. Portanto, a polícia tem focado nos crimes de roubo e, como consequência, diminuído, consideravelmente, a incidência dos latrocínios. Na DERFD, por exemplo, temos envidado esforços na resolução dos delitos dessa natureza e, assim, conseguido muitas prisões de latrocidas”, disse.

Colaboração com a Polícia – Para denunciar pessoas suspeitas de participação em latrocínios, a população pode ligar para o número 181, disque-denuncia da SSP-AM, ou para o (92) 99148-5290, linha direta da DERFD. A unidade da Polícia Civil é a responsável por investigar os crimes dessa natureza. A Delegacia está situada na avenida 7 de abril, 215, bairro Alvorada, zona centro-oeste da cidade.