Ministro reduz fiança e os dois únicos presos da Maus Caminhos serão soltos

MANAUS/27/04/17 - MOUHAMAD MOUSTAFA, DEPOIMENTOS DA OPERACAO MAUS CAMINHOS, JUSTICA FEDERAL, BAIRRO ALEIXO, ZONA SUL. FOTO: ERALDO LOPES/DIARIO DO AMAZONAS.

Álisson Castro/[email protected]

Manaus –  O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nefi Cordeiro reduziu, ontem, em até 94{9028a083913d3589f23731fda815f82dd580307fd08b763e2905f04954bd625c}, o valor original da fiança estipulada pela Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) para libertar o médico Mouhamad Moustafá e a advogada Priscila Marcolino, acusados de comandar um esquema criminoso, desbaratado pela operação Maus Caminhos,  que, segundo o Ministério Público Federal (MPF), desviou mais de R$ 100 milhões da área de saúde no Amazonas.

Matéria original

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui