Servidores municipais se reúnem em assembleia extraordinária para cobrar PCCV

Sem um resposta concreta por parte do prefeito Arthur Neto em relação ao Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) da categoria, servidores da área não específica da Prefeitura de Manaus vão se reunir em assembleia geral extraordinária no próximo dia 21/03, quinta-feira, para definirem ações que garantam o atendimento à reivindicação.

O encontro será às 18h30, na sede do Sindicato dos Bancários, na rua Leonardo Malcher, nº 762, Centro.

O presidente da Associação dos Servidores Efetivos do Município de Manaus (Asemm), Lúcio Rocha, lembra que desde 2016, ano de eleição para a prefeitura, a organização vem tentando conversar com o prefeito sobre o assunto, feito que só aconteceu uma única vez. “Desde então, interlocutores como os secretários Lourival Litaiff e Luiz Carijó, nos recebem esporadicamente, prometendo que as coisas vão caminhar, mas não é isso que estamos vendo. Assim, vamos voltar a nos reunir para tomar atitudes mais incisivas”, adianta, referindo-se aos secretários de Finanças e Extraordinário, respectivamente.

Conforme Rocha, na assembleia serão detalhadas aos servidores as mudanças que vêm acontecendo no orçamento municipal, em especial ao aumento de gasto com pessoal, incluindo um concurso para a Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), que vai inchar a folha e reduzir a margem prudencial nesta área, o que impedirá a inserção do PCCV. “Os servidores da área não específica estão há mais de 30 anos aguardando esse plano e a postura da atual administração municipal em relação ao assunto tem se caracterizado como uma afronta ao funcionalismo”, diz.

Outro tema a ser debatido será a correção da data-base da categoria, uma conquista da Aseem e demais órgãos parceiros no final de 2017 e que garantiu reajuste em janeiro de 2018, após um congelamento de oito anos. “A Secretaria de Administração informou que o reajuste será de 4% este mês, mas até agora não aconteceu nenhuma publicação por parte do Executivo no Diário Oficial do Município. Isso preocupa, pois já passamos da metade do mês e a folha está próxima de ser fechada”, alerta o presidente.

Além da Asemm, o movimento é composto por mais cinco entidades representativas dos servidores: os Sindicatos dos Guardas Municipais do Estado do Amazonas (Sindguarda-AM); do Meio Ambiente (Sindiambiente); dos Trabalhadores Psicólogos do Amazonas (Sintrapsi); das Assistentes Sociais do Estado do Amazonas (Saseam), além da Associação dos Guardas Municipais de Manaus (Agmman).

SERVIÇO

O quê: Assembleia dos servidores da Área Não Especifica da Prefeitura de Manaus.

Quando: 21 de março, quinta-feira.

Onde: Sindicato dos Bancários (rua Leonardo Malcher, nº 762, Centro)

Horário: 18h30

Contato: Lúcio Rocha, presidente da Asemm: 98452-4796

Vacinas estão em Manaus e Susam já está distribuindo aos municípios para campanha que começa nesta quarta-feira (20)

Presidente Josué Neto e deputada Joana Darc buscam modelo de hospital veterinário de baixo custo para ser implantado no Amazonas