Suposta ‘rachadinha’ em gabinete do vereador Rosivaldo Cordovil é alvo do MPAM

MANAUS, 24/09/19 VEREADOR ROSIVALDO CORDOVIL (PODE) DISCURSANDO NO PLENARIO DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS. FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

Manaus – AM: O Ministério Público do Amazonas (MPAM) abriu investigação para apurar esquema de ‘rachadinha’ no gabinete do vereador Rosivaldo Cordovil (PSDB).

De acordo com o documento do MPAM, Cordovil teria supostamente praticado o crime de improbidade administrativa pelo fato de cobrar dos seus assessores determinadas quantia dos salários. O documento pede ainda o sigilo da investigação. O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) já realizou as diligências.

Veja o que diz o documento:

I – INSTAURAR procedimento preparatório a fim de identificar todos os possíveis envolvidos no suposto ato de improbidade administrativa, consistente no desvio de verbas parlamentares praticado pelo Vereador Rosivaldo Cordovil, envolvendo seus assessores, especificamente na apropriação de parte dos vencimentos dos assessores do seu gabinete;

II – DECRETAR sigilo ao procedimento preparatório sendo dispensável a publicação da presente portaria no DOMPE, conforme disposto no art. 13, § 6º, da Resolução nº 006/2015/CSMP.