Suspeito de matar sargento da PM a tiros é preso após se entregar em delegacia de Manaus

Sargento da PM foi morto a tiros na rua Arnaldo Carpinteiro Peres, no bairro Petrópolis. — Foto: Patrick Marques/G1 AM

G1

Advogado contou que suspeito se apresentou espontaneamente. Sargento foi morto com mais de dez tiros na Zona Sul da capital.

Um dos suspeitos de participar do homicídio de um sargento da Polícia Militar foi preso, na tarde desta segunda-feira (15), em Manaus. No último dia 10, o policial foi perseguido e executado, no bairro Petrópolis, Zona Sul da capital. Segundo o advogado do preso, ele se apresentou espontaneamente.

O sargento, de 54 anos, foi morto com 14 tiros, na quarta-feira (10), na rua Arnaldo Carpinteiro Peres. Segundo a polícia, ele estava em uma moto com outro homem quando foi perseguido por uma dupla em outra motocicleta que atirou diversas vezes contra as vítimas. O policial morreu no local e o homem que estava na garupa foi socorrido para um hospital.

À reportagem, o advogado do suspeito afirmou que, no dia do crime, o objetivo da dupla era apenas dar um susto no militar. Ele disse, ainda, que seu cliente estaria pilotando a motocicleta e o outro suspeito, conhecido como “batata”, foi quem efetuou os disparos.

Segundo o advogado, “batata” teria matado o sogro do sargento e mantinha uma “rixa” com ele. O suspeito, de 22 anos, está detido na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investiga o caso. A Polícia Civil informou que deve divulgar mais detalhes sobre a investigação nesta terça-feira (16).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui