Xuxa perde processo contra Google para remover buscas sobre filme erótico

1
24
Ela tentava remover das buscas frases relacionadas a seu nome com a palavra "pedofilia" e derivadas como "Xuxa pedófila" ou qualquer outra que associe "escrito parcial ou integralmente, e independentemente de grafia". #Manaus #Amazonas

A apresentadora Xuxa Meneghel, 55, teve um novo recurso negado em ação movida contra o Google para remover das buscas algumas palavras relacionando o nome dela ao filme “Amor, Estranho Amor”, de 1982, em que ela, aos 19 anos, interpretou uma garota de programa e seduzia um menino de 12 anos.

O processo foi julgado em segunda instância e a apresentadora não poderá mais recorrer. A assessoria de Xuxa disse que não comenta assuntos jurídicos.

A disputa judicial existia desde 2010.

Ela tentava remover das buscas frases relacionadas a seu nome com a palavra “pedofilia” e derivadas como “Xuxa pedófila” ou qualquer outra que associe “escrito parcial ou integralmente, e independentemente de grafia”.

Sasha Meneghel e Bruno Montaleone posam juntos em clima de intimidade

Em maio do ano passado, o texto da decisão diz que “por unanimidade, após rejeitadas as preliminares, no mérito, negou-se provimento ao recurso, nos termos do voto” da desembargadora relatora Valeria Dacheux Nascimento.

Xuxa recorreu novamente e o processo foi encerrado no final de junho.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here