Arthur Neto chama licitação para gastar com a reforma de seu gabinete

Manaus – AM: Dois anos após a sede da Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) passar por uma reforma que custou R$ 70 milhões ao bolso do contribuinte, o gabinete ocupado pelo prefeito Arthur Neto (PSDB) passará novamente por reforma. O aviso de licitação para a contratação da empresa que executará as obras consta em publicação no Diário Oficial do Município, desta quarta-feira (9). Conforme o documento, um pregão presencial será realizado, no próximo dia 24, para atender a demanda no gabinete do prefeito.

A medida ocorre duas semanas após a prefeitura contratar um instituto de consultoria por R$ 1,4 milhões para desenvolver e acompanhar um projeto de redução de R$ 150 milhões em gastos, em sete secretarias municipais, atitude curiosamente controversa.

A licitação nº 057/2017, que tem como objeto a prestação de “Serviços Comuns de Engenharia (Reforma do Gabinete do Prefeito)”, ficou com o edital disponível a partir da sexta-feira passada, 11, na sede da Comissão Municipal de Licitação. O pregão presencial está marcado para ocorrer, às 9h, do dia 24 deste mês.

A reforma no gabinete do chefe do executivo ocorre, menos de dois anos, após a sede da PMM passar uma revitalização orçada em R$ 70 milhões. Toda a obra foi financiada pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), por meio do Programa de Modernização da Administração Tributária e Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT).

Inaugurado em 23 de outubro de 2015, o prédio da PMM ganhou nova fachada, estruturas e equipamentos modernos, assim como, pintura na dependência externa do prédio e revestimento em ACM na fachada principal. Na área interna, a sede passou a contar com novos banheiros para servidores e visitantes e a promessa de um novo refeitório com 214 lugares divididos em dois pavimentos.

Além das mudanças de engenharia, com a reforma, a sede da prefeitura passou a contar com um dos mais modernos ‘datacenters’ do Brasil, um investimento de aproximadamente R$ 17 milhões para a aquisição e montagem de todos os equipamentos.

Com capacidade para garantir um alto desempenho dos sistemas utilizados pelos órgãos colegiados da PMM, o datacenter tem capacidade de armazenamento de 320 terabytes, permitindo, segundo informações divulgadas, na época, pelo poder executivo “um tráfego de rede a dez gigabytes”.

A Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) foi procurada pelo AMAZONAS1 para fornecer informações sobre o valor, a data de início e o motivo da reforma na sala de Arthur Neto, mas até o fechamento da matéria não respondeu aos questionamentos.

Fonte: Amazonas 1 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui