Polícia egípcia mata 40 terroristas após ataque a turistas em Gizé

0
65
O ônibus de turismo que foi atacado e foi levado para longe do local, na província de Giza, ao sul da capital egípcia, Cairo.

Forças de segurança egípcias mataram neste sábado 40 terroristas durante várias operações no Egito, um dia após o ataque a um ônibus turístico vietnamita perto do Cairo, informou o Ministério do Interior.

Três turistas vietnamitas foram mortos na sexta-feira pela explosão de uma bomba caseira na passagem do ônibus em que viajavam perto do local das Pirâmides de Gizé, nos arredores do Cairo.

O guia egípcio também morreu em conseqüência das feridas sofridas no ataque.

As operações foram dirigidas contra supostos combatentes jihadistas em Gizé, onde o ataque ocorreu, e no norte do Sinai (leste), de acordo com o ministério.

“Quarenta terroristas morreram em operações de segurança, 30 na região de Gizé e 10 no norte do Sinai”, segundo a mesma fonte.

“Eles planejaram uma série de ataques contra o setor turístico, locais de culto cristão e forças de segurança”, acrescentou.

Acompanhe o Blog do Pávulo no Facebook   Twitter  Instagram

Polícia paraguaia prende Bruno Farina, sócio do megadoleiro Dario Messer

O ministério não vinculou essas operações policiais com o ataque na sexta-feira – que não foi reivindicado -, mas uma fonte de segurança disse que eles foram realizados no sábado bem cedo, portanto, após o ataque.

Este ataque foi o primeiro contra turistas no Egito desde julho de 2017.

O setor turístico egípcio foi muito afetado pela instabilidade política e pelos ataques de movimentos extremistas, como o grupo jihadista Estado Islâmico (EI), após a revolução de 2011.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here